Ore pela paz de Jerusalém – informe de 01 a 15.02.2012

Mas, nos dias desses reis, o DEUS do céu levantará um reino que não será jamais destruído; e este reino não passará a outro povo; esmiuçará e consumirá todos esses reinos, mas ele mesmo subsistirá para sempre, da maneira que viste que do monte foi cortada uma pedra, sem auxílio de mãos, e ela esmiuçou o ferro, o bronze, o barro, a prata e o ouro” (Daniel 2.44,45)

…farei levantar depois de ti U(u)m dentre a tua descendência, O(o) Q(q)ual sairá das tuas entranhas, e estabelecerei o S(s)eu reino. ESTE(este) edificará uma casa ao Meu Nome, e confirmarei o trono do Seu reino para sempre. EU LHE (lhe) serei por PAI, e ELE(ele) Me será por F(f)ilho… Porém a tua casa e o teu reino serão firmados para sempre diante de titeu trono será firme para sempre” (2 Samuel 7.12-14a,16).

E, no sexto mês, foi o anjo Gabriel enviado por DEUS a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré, a uma virgem desposada com um homem, cujo nome era Yosef, da casa de David; e o nome da virgem era Miriam. E, entrando o anjo aonde ela estava, disse: Salve, agraciada; o SENHOR é contigo; bendita és tu entre as mulheres. E, vendo-o ela, turbou-se muito com aquelas palavras, e considerava que saudação seria esta. Disse-lhe, então, o anjo: Miriam, não temas, porque achaste graça diante de DEUS.E eis que em teu ventre conceberás e darás à luz um filho, e pôr-LHE-ás o Nome de YEHOSHUA (YESHUA). ESTE será grande, e será chamado Filho do Altíssimo; e o SENHOR DEUS LHE dará o trono de David, Seu pai; e reinará eternamente na casa de Jacó, e o Seu reino não terá fim” (Lucas 1.26-33)

O Reino de ELOHIM está próximo!

O SENHOR prometeu estabelecer um reino eterno, sem fim que prevaleceria contra todo o reino e potestade que o antecedesse. Essa profecia começou a cumprir-se com David, a quem foi prometido que seu reino não teria fim. Aquela pedra lançada, não por mãos humanas, mas por YAHVEH, era e é YEHOSHUA, O nascido de mulher, prometido a David como um seu descendente, que edificaria casa para YAH e reinaria para sempre. YEHOSHUA é o cumprimento perfeito e absolutamente pleno da profecia de Daniel e da promessa feita a David. HalleluYAH! E ELE é a nossa perfeita e absoluta esperança (Hebreus 10.5-241 Timóteo 1.1) e está voltando! Essa é a certeza que temos em nosso coração, que nos sustenta e nos faz prosseguir, porque ELE venceu e está voltando: “Quando estas coisas começarem a acontecer, olhai para cima e levantai as vossas cabeças, porque a vossa redenção está próxima” (Lucas 21.28). ‘Consolemo-nos uns aos outros com estas palavras, porque elas são verdadeiras e fiéis’ (1 Tessalonicenses 4.18), para que o Nome de YAH seja glorificado e exaltado em tudo e todas as coisas!

Orando por chuvas em Israel

Ouvistes que foi dito: Amarás o teu próximo, e odiarás o teu inimigo. EU, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso PAI que está nos céus; porque faz que o Seu sol se levante sobre maus e bons, e a chuva desça sobre justos e injustos” (Mateus 5.43-45)

Louvamos ao SENHOR porque no último final de semana em Israel, houve tempestade de neve no Hermon e chuvas em Jerusalém e em outras partes do país. O SENHOR é bom e Sua misericórdia dura para sempre.

ELE nos ensina a amarmos nossos inimigos, bendizer aos que nos maldizem e fazer o bem a quem nos odeia, a orar pelos que nos maltratam e nos perseguem, para que tenhamos as marcas de nosso PAI!

Israel está cercada de inimigos, de pessoas que passam 24 horas amaldiçoando seus vizinhos judeus, que sonham com sua destruição e planejam o seu mal. Exatamente por esses o SENHOR ordena que oremos (enquanto atalaias que somos na brecha por e no lugar de cada judeu que vive em Israel e no cativeiro das nações). Se quisermos ver chuvas em Israel, clamemos por seus inimigos:

- para que o SENHOR abra os olhos de seu entendimento e vejam-nO e recebam-nO como seu SENHOR e Salvador;

- para que, ao ouvirem sobre YHVH, temam o Nome de ELOHEI Israel, pois, se não temerem, arderão no fogo do inferno, não importando quão crentes sejam em allah e quão fiéis sejam às suas crenças;

- que sejam livres de todo espírito de medo e de intimidação que sofrem de seus líderes religiosos, oprimidos que são por tais, para que, ao serem expostos à Verdade, a reconheçam como tal e a recebam em seus corações;

- ‘Se o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres’ – que o SENHOR os conduza à posição de liberdade nas mentes, nos ouvidos, nos olhos, de libertação, para que possam ouvir a Palavra e serem libertos por ela, para o louvor, a glória, a honra e adoração do nosso SENHOR JESUS CRISTO;

- pelo despertamento do povo muçulmano ao SENHOR e à Sua Palavra, pois Seu reino está próximo;

- pelos servos do SENHOR nos países islâmicos, quer os nativos, quer os estrangeiros, onde quer que estejam, em qualquer frente de trabalho que ocupem, que o SENHOR os unja, os capacite sobrenaturalmente para anunciar o Evangelho a toda criatura, na autoridade do Seu Nome e no poder do Seu Santo Espírito; tenham discernimento de espíritos, recebam estratégias frescas do Altar, obedeçam à voz do SENHOR para as novas estratégias, que haja muita criatividade e utilizem as incontáveis maneiras de cada cultura para atingir as vidas carentes e desesperadamente necessitadas;

- que o SENHOR abençoe aos muçulmanos com Sua Verdade e Vida, em Nome de YEHOSHUA HaMASHIACH;

- que, ao orarmos pelas bênçãos sobre os muçulmanos (e não sobre o islamismo), venham as chuvas do SENHOR sobre Israel, tão necessárias. Lembre-se o SENHOR de Suas promessas, de sustentar Seu povo, em Seu regresso a esta terra, com o pão de cada dia, sem que sofressem mais a fome que seus antepassados sofreram;

- “entraste tu até os tesouros da neve, e viste os tesouros da saraiva que EU retenho até o tempo da angústia, até o dia da peleja e da guerra?” (Jó 38.22,23) – que o SENHOR libere Seus tesouros para impedir os ataques terroristas, para impedir que os inimigos de Israel se levantem para pelejar contra ela, em Nome dELE mesmo oramos;

- à medida que o povo regressa à terra da promessa (aumenta a necessidade de água) o SENHOR crie, como Seu poder criador redentivo novas coisas que ninguém jamais viu, como a abertura de rios em lugares altos, e fontes no meio dos vales; que o SENHOR torne o deserto em lagos de águas vivas, e a terra seca em mananciais de água purapara que vejam, saibam e considerem e juntamente entendam que foi a mão de YHVH Quem fez isso, Kódesh Israel o criou, porquanto o povo tem estado em aflição e carente de águas, buscando-a e encontrando suas cisternas vazias e secas (Isaías 41.17-20).

P.S1. – escrevo estas primeiras notas de meu quarto do hotel onde está acontecendo a Conferência de Intercessão, aqui em Jerusalém, e ao fundo ouço aquela maligna conclamação satânica que parte de um alto falante de uma mesquita próxima daqui. E me sinto compungida a orar para que o SENHOR faça calar tais alto-falantes. Isso é um abuso da parte de satanás e inadmissível.

Há alguns meses, houve a tentativa de se impedirem tais rezas, por muitas queixas do povo de Israel que deseja, de madrugada, dormir, mas é impedido pelos alto-falantes que despertam o povo (islâmico e não islâmico) principalmente na parte oriental da cidade de Jerusalém (já passei por isso, quando estive hospedada no interior da cidade murada e, toda madrugada, era desperta por aquela voz que parecia estar com ‘mal estar gastrointestinal’. O som é terrível e são orações feitas a allah… satanás, em outras palavras). Clamemos para que Israel tome medidas contrárias a essa prática, sem medo de ser ‘politicamente incorreto’ e ferir os interesses de uma classe social.

Não nos esqueçamos de que o modo do islamismo agir é exatamente esse, por medo e por intimidaçãopor exigência de que sejam respeitados e aceitos seu modo de vida, suas regras e leis pela sociedade onde vivem, sem que o contrário seja verdadeiro, ou seja, sem que eles mesmos submetam-se às leis vigentes, aos costumes, à cultura no contexto no qual estão inseridos.  Exigem que outros os aceitem, mas não aceitam nada que vêm dos outros e, pior, exigem que os outros se submetam às suas próprias leis e costumes (sharia), porque isso é o islamismo – uma ‘religião’ e ‘cultura’ egoísta, nada democrática (ainda que totalmente demoníaca, como a democracia em si), teocrática (ainda que o seu senhor não seja o Verdadeiro e Único e Absoluto SENHOR, mas só a criatura denominada satanás) e injusta (porque tem dois pesos e duas medidas: tudo de bom para o muçulmano e tudo de mau para o não muçulmano).

Para um muçulmano, é natural e até uma ‘exigência’ (de acordo com o corão) roubar um não muçulmano (judeu, cristão, agnóstico), sem que isso lhe acarrete qualquer punição. Entretanto, se roubar a um outro muçulmano, lhe cortam a mão (ou outra punição severa).

Como, em sã consciência, alguém pode declarar que tal ‘religião-cultura’ é boa, é justa, é equilibrada? Algo que gera medo, intimidação, pesos e medidas variados, que não considera cada cidadão igual… Como, em sã consciência, o mundo acusa Israel de ‘apartheid’, de racismo (por causa do sionismo) e de nazismo, se não tem feito acepção de pessoas, mas tem, inclusive em seu parlamento, árabes que levantam leis para prejudicar a própria nação?!?!?!?!…

Creio que o islamismo promove o nazismo (o próprio mufti haj amin al husseini, um ativo ajudante de hitler e eichman, estava bem engajado na ‘solução final’. Aliás, ambos eram amigos pessoais e conta-se que foi ao mufti que, por primeira vez, hitler teria relevado seus planos da ‘solução final’), pois ab-roga a si o direito de superioridade, raça elevada em relação aos ‘infiéis’, aprendendo exatamente a lição deixada pelo infame e demente filho de belial nazista hitler.

Como há inversão de valores pela sociedade e, pior, pelo Corpo do MESSIAS cegado pela mídia absolutamente parcial e pró-islâmica. Acordemos amados e despertemos a outros, porque o tempo urge para Israel e para aqueles que pertencem ao Reino de YHVH!

Que esses anúncios satânicos cessem nesta nação, em Nome do SENHOR JESUS. Que somente a Palavra de YAH tenha a liberdade de ser anunciada aos quatro ventos desta nação, porque esta é a Sua herança e Sua possessão única na Terra.

(P.S2. – esse é o tipo de oração que deve permanecer em nossos lábios ATÉ QUE).

P.S.3 – hoje, 31.01, escrevo esse adendo, para dizer-lhes que estou aqui em En Boqeq, às margens do Mar Salgado (Iam HaMelach) e, ao percorrer o caminho de Jerusalém até aqui, pudemos apreciar as correntes do deserto se formando – “Grandes coisas fez o SENHOR por nós, pelas quais estamos alegres. Traze-nos outra vez, ó SENHOR, do cativeiro, como as correntes das águas no Negev” (Salmo 126.3,4) – é sempre uma visão linda, saber que o SENHOR tem Seus olhos sobre esta terra e nos presenteia com tanta formosura. Louvado e engrandecido seja ELE em todo o tempo, em tudo o que fizer!

Orando pelos ‘filisteus’ e árabes:

Ó SENHOR, quem é como TU entre os deuses? Quem é como TU glorificado em santidade, admirável em louvores, realizando maravilhas? …TU, com a Tua beneficência, guiaste a este povo, que salvaste; com a Tua força o levaste à habitação da Tua santidade. Os povos o ouviram, eles estremeceram, uma dor apoderou-se dos habitantes da Filístia. Então os príncipes de Edom se pasmaramdos poderosos dos moabitas apoderou-se um tremorderreteram-se todos os habitantes de CanaãEspanto e pavor caiu sobre elespela grandeza do Teu braço emudeceram como pedra; até que o Teu povo houvesse passado, ó SENHOR, até que passasse este povo que adquiriste. TU os introduzirás, e os plantarás no monte da Tua herança, no lugar que TU, ó SENHOR, aparelhaste para a Tua habitação, no santuário, ó SENHOR, que as Tuas mãos estabeleceram. O SENHOR reinará eterna e perpetuamente” (Êxodo 15.11-18)

Quando o SENHOR estava para introduzir o povo na terra prometida, por causa de Sua mão poderosa e Seu braço agindo contra os ‘poderes’ de faraó, fez calar todos os outros inimigos de Israel, como os filisteus, moabitas e edomitas. Por quarenta anos, o povo da terra tremeu diante da possibilidade dos exércitos de Israel aproximarem-se deles, por causa de YHVH, ELOHEI Israel. Estes são parte dos atuais inimigos de Israel, que os circundam e, com astúcia, têm atacado, invadido e roubado a terra que possui aos descendentes dos doze filhos de Yaacov-Israel. Hoje, os árabes que vivem em Israel declaram que são descendentes dos filisteus, os antigos ocupantes da terra, o que não é verdade (como temos afirmado em informes anteriores), para requerer uma herança que não lhes pertence. Com isso, declaram (e encontram vozes na mídia) que Judéia e Samaria (chamam-na de Cisjordânia) são territórios ocupados pelos judeus.

Sabem por que Samaria é conhecida como o coração de Israel? Porque Binyamin (o filho da minha destra) foi o único filho de Yaacov que nasceu em Israel, o primeiro sabra (judeu nascido em Israel), e suas terras ficam na região de Samaria (divisa com Judéia, conhecida como os ‘pulmões’ de Israel).

Como chamar Judéia e Samaria de ‘territórios ocupados’, como se isso fosse a coisa mais absurda do mundo? Digo, sim, territórios ocupados são todas as áreas como Bet Lechem, Shechem, Jenin, Chevron, Samaria e Judéia que tem sido abusivamente ocupada por árabes que a roubaram de Israel e a maculam oferecendo-a e consagrando-a a deuses que não são deuses, mas criaturas repulsivas (allah é NADA além de criatura repugnante e desprezível que tem mantido mais de um bilhão de pessoas cativas e mortas).

Despertou, pois, o SENHOR, contra Jeorão (rei de Judá) o espírito dos filisteus e dos árabes… Estes subiram a Judá (atacaram-na), e deram sobre ela (invadiram-na), e levaram (roubaram) todos os bens que se achou na casa do rei, como também a seus filhos e a suas mulheres; de modo que não lhe deixaram filho algum, senão a Joacaz, o mais moço de seus filhos” (2 Crônicas 21.16,17)

A palavra árabe, no hebraico e no árabe, é ‘arav’. E, a palavra para emboscada, no hebraico, também é ‘arav’ (a diferença está na primeira letra de cada palavra – ain para o primeiro e álef para o segundo, com a mesma pronúncia). E, infelizmente, é isso que os árabes que vivem em Israel, ao menos sua liderança e educadores, têm feito:

Assim diz o Senhor DEUS: Porquanto os filisteus se houveram vingativamente, e executaram vingança com desprezo de coração, para destruírem com perpétua inimizade, Portanto assim diz o Senhor DEUS: Eis que EU estendo a Minha mão sobre os filisteus, e arrancarei os quereteus, e destruirei o restante da costa do mar. E executarei sobre eles grandes vinganças, com furiosos castigose saberão que EU Sou o SENHOR, quando EU tiver exercido a Minha vingança sobre eles” (Ezequiel 25.15-17).

Clamemos para que:
- esse espírito de ódio seja amarrado e manietado do coração de todo árabe e que cada um possa perceber que allah é um enganador e só produz ódio;
- eles possam ver a JESUS crucificado e de que ELE não deixou a cruz, mas morreu ali, entregando Sua vida, vertendo Seu sangue por amor a eles;
- eles possam ver que JESUS foi morto, foi sepultado e ressuscitou ao 3º dia e não foi removido da cruz antes de morrer;
- conheçam ao DEUS de Israel como PAI, o PAI que allah não é, porquanto mentiroso e obstinado em maldade. Em Nome do SENHOR JESUS.

Clamemos para que o SENHOR levante mais e mais vozes para confrontar a mentira de que os árabes que vivem em Israel são descendentes diretos dos filisteus, em Nome do SENHOR JESUS CRISTO.

Quando Israel abriu mão do Líbano, baixou a guarda; então, seus inimigos perceberam que Israel havia enfraquecido, e avançaram em maiores e cada vez mais absurdas exigências. Assim foi com Gaza. Nenhum dos acordos feitos em Oslo ou em Camp David foram mantidos por parte dos árabes. Só Israel realmente agiu. Em governos fracos (e Israel teve uma sucessão deles, que agiram no modo ‘politicamente correto’ – e ‘biblicamente errado’), o inimigo avançou e tomou posse de territórios que foram conquistados às expensas do derramamento de muito sangue judeu! Mas, louvado seja o SENHOR, o atual governo tem posição mais forte e menos ‘apaziguadora’ e comprometedora com o inimigo e nações, mas realmente tem pensado na segurança da população em Israel. Quando um governo é temente a DEUS (e Netanyahu tem mostrado sinais fortes disso), o SENHOR põe temor nos inimigos. Clamemos para que este governo em Israel seja mais e mais fortalecido (pelo estudo da Palavra durante o shabat e pelo conhecimento experimental de Quem é ELOHEI Israel. Clamemos para que a experiência de Yehoshafat seja vivida por Netanyahu e todos os líderes em Israel – “veio o temor do SENHOR sobre todos os reinos das terras, que estavam ao redor de Judá, e não guerrearam contra Jeosafá. E alguns dentre os filisteus traziam presentes a Jeosafá, e prata como tributo; também os árabes lhe trouxeram gado miúdo; sete mil e setecentos carneiros, e sete mil e setecentos bodes. Cresceu, pois, Jeosafá grandemente em extremo e edificou fortalezas e cidades de provisões em Judá. E teve muitas obras nas cidades de Judá, e homens de guerra e valentes, em Jerusalém” (2  Crônicas 17.10-13). Clamemos para que os habitantes das terras vizinhas temam ao DEUS de Israel, por Seus feitos em defender as fronteiras e o povo de Israel e, por causa disso, aquietem-se e sirvam a Israel (como os povos ao redor dos reinos conquistados por David e Shlomoh, seu filho).

Clamemos para que os filhos de Israel se humilhem diante da poderosa mão de YHVH e clame por Seu favor e Seu socorro, como fizeram aqueles que estavam reconstruindo os muros da cidade, diante das ameaças de Sambalate, Tobias e os outros. Que aqueles que estão edificando assentamentos, exatamente neste momento, clamem ao DEUS dos céus e da Terra, a ELOHEI Israel, o DEUS de Israel, por proteção, unção de frutificação, de multiplicação, de prosperidade, mas que edifiquem seus muros físicos e espirituais – “E sucedeu que, ouvindo Sambalate e Tobias, e os árabes, os amonitas, e os asdoditas, que tanto ia crescendo a reparação dos muros de Jerusalém, que já as roturas se começavam a tapar, iraram-se sobremodo, e ligaram-se entre si todos, para virem guerrear contra Jerusalém, e para os desviarem do seu intento. Porém nós oramos a ELOHEINU (nosso DEUS) e pusemos uma guarda contra eles, de dia e de noite, por causa deles” (Neemias 4.7-9)

Orando pelo processo de paz entre judeus e árabes:

Porque o SENHOR DEUS me ajuda, assim não me confundo; por isso pus o meu rosto como um seixo, porque sei que não serei envergonhado. Perto está O Que me justifica; quem contenderá comigo? Compareçamos juntamente; quem é meu adversário? Chegue-se para mim. Eis que o SENHOR DEUS me ajuda; quem há que me condene? Eis que todos eles como roupas se envelhecerão, e a traça os comerá. Quem há entre vós que tema ao SENHOR e ouça a voz do Seu servo? Quando andar em trevas, e não tiver luz nenhuma, confie no Nome do SENHOR, e firme-se sobre o seu DEUS. Eis que todos vós, que acendeis fogo, e vos cingis com faíscas, andai entre as labaredas do vosso fogo, e entre as faíscas, que acendestes. Isto vos sobrevirá da Minha mão, e em tormentos jazereis” (Isaías 50.7-11)

Há poucos dias, descobri que Newt Gingrich, o candidato a candidato dos republicanos nos EUA à presidência é um adúltero e com baixo padrão de moralidade. Pensem nisso, amados: se o SENHOR tem que usar a ‘mula’ para falar, é porque o Seu povo está em omissão, calado, não anunciando a verdade de que não existe, nunca existiu e nunca existirá um povo e uma nação denominados respectivamente, ‘palestino’ e ‘palestina’. Se oramos para que a verdade venha à tona, que a mídia seja usada para falar a verdade, então, devemos começar, nós mesmos a falar a verdade entre nós. A primeira mentira a ser confrontada, o primeiro engano a ser exposto e removido de nossos lábios são os nomes ‘palestina’ e ‘palestino’. Expurguemo-los de nosso vocabulário, em Nome do SENHOR JESUS e pratiquemos o hábito da verdade (esses nomes, retornando a um passado não muito remoto, com a Declaração de Balfour e o preparo daquela terra para tornar-se o lar nacional dos judeus – 1917, e durante todo o mandato Britânico, de 1917 a 1948, eram utilizados EXCLUSIVAMENTE, para referir-se aos judeus que ali viviam e viveriam). Israel é a terra que o SENHOR deu, em promessa e aliança perpétuas aos descendentes de Avraham, sim, mas em Itschaq e em Yaacov-Israel e não a qualquer outro povo.

Estrangeiros serão bem-vindos, desde que não queiram fazer de sua cultura e religião o modo de vida para todos que habitam em Israel, desde que NÃO QUEIRAM ELIMINAR DA TERRA OS LEGÍTIMOS, OS VERDADEIROS DONOS, SEUS ATUAIS HOSPEDEIROS, ou seja, os judeus!!!

É simples! Esse é o processo de paz de YAH, descrito em Jeremias 12.14-17 – “Assim diz o SENHOR, acerca de todos os Meus maus vizinhosque tocam a Minha herançaque fiz herdar ao Meu povo Israel: Eis que os arrancarei da sua terra, e a casa de Yehudah arrancarei do meio deles. E será que, depois de os haver arrancado, tornarei, e Me compadecerei deles, e os farei voltar cada um à sua herança, e cada um à sua terra. E será que, se diligentemente aprenderem os caminhos do Meu povojurando pelo Meu Nome: Vive o SENHOR, como ensinaram o Meu povo a jurar por baal; então edificar-se-ão no meio do Meu povo. Mas se não quiserem ouvir, totalmente arrancarei a tal nação, e a farei perecer, diz o SENHOR”.

Os árabes que vivem em Israel estão sob espírito de vingança, ódio, violência, roubo e engano terrível e assim esses espíritos se manifestam em qualquer tentativa de acordo de paz, porque sempre procuram fazer armadilhas para Israel, sempre esperam para dar o golpe. Algumas Escrituras provam isso:

Guarda-te de fazeres aliança com os moradores da terra aonde hás de entrar; para que não seja por laço no meio de ti” (Êxodo 34.12)

Assim diz o SENHOR DEUS: Porquanto os filisteus se houveram vingativamente, e executaram vingança com desprezo de coraçãopara destruírem com perpétua inimizade…” (Ezequiel 25.15)

Despertou, pois, o SENHOR, contra Jeorão (rei de Judá) o espírito dos filisteus e dos árabes… Estes subiram a Judá (atacaram-na), e deram sobre ela (invadiram-na), e levaram (roubaram) todos os bens que se achou na casa do rei, como também a seus filhos e a suas mulheres; de modo que não lhe deixaram filho algum, senão a Joacaz, o mais moço de seus filhos” (2 Crônicas 21.16,17)

A minha alma bastante tempo habitou com os que detestam a paz. Pacífico sou, mas quando eu falo já eles procuram a guerra” (Salmo 120.6,7)

Louvamos ao SENHOR porque até aqui ELE mesmo tem endurecido o coração dos líderes árabes que vivem em Israel para não aceitar quaisquer das propostas de Israel.

Louvamos ao SENHOR porque ELE está despertando o Seu povo, aqui em Israel para dizer não à ‘entrega de terras em troca de paz’, mesmo aqueles de esquerda, porque estão entendendo, pelas experiências no sul do Líbano, em Gaza e também no Sinai de que dar terras significa o avanço do inimigo para mais perto dos judeus, significa mais bombas sendo lançadas contra os civis, significa mais e mais dor e traumas; porque estão entendendo que os árabes não querem fazer paz com os judeus!

Louvado e engrandecido seja o SENHOR DEUS Eterno, ELOHEI Israel, que também está tornando claro aos políticos, mesmo aqueles ‘politicamente corretos’, que é um erro enorme assinar um acordo de paz com ‘enganadores’ que a todo momento estão preparando armadilhas (como a solicitação dos árabes diante da ONU em se tornar nação independente, com direitos tirados de suas mentes doentias e satânicas, quebrandoos acordos pré-existentes, como os de Oslo, Camp David…).

O SENHOR mesmo está operando esse milagre! HalleluYAH!!!

Mas, clamemos para que:

- o perdão do SENHOR (por um arrependimento genuíno) com relação à omissão da verdade por parte do Seu Corpo seja derramado, porque o SENHOR tem tido que usar a ‘mula’ (Gingrich) para falar a Seus profetas, para fazer o trabalho de Seus servos;

- “Desperta, tu que dormes, e levanta-te dentre os mortos, e CRISTO te esclarecerá (iluminará)” (Efésios 5.14) – ELE desperte Seu Corpo, levantando-o para que anuncie a verdade do Seu coração para o coração de todo o Corpo do MESSIAS restante, para Israel e para o mundo sobre o ‘mistério de Israel’, sobre Seu propósito para com toda a Casa de Israel nos fins dos tempos (hoje são os fins dos tempos). Que este mesmo Corpo seja desperto no temor do SENHOR, para que seja sábio;

- sejamos vozes e luz no meio das trevas, para expor toda a mentira de satanás com respeito aos árabes que vivem em Israel, e toda sua agenda que está bem longe de desejar estabelecer qualquer acordo de paz, mas bastante envolvida em destruir todos os judeus, apagar seu nome do meio das nações, lançá-los ao mar(Salmo 83.1-4).
Neste sentido, gostaria de pedir aos irmãos que orassem comigo sobre esses informes e sobre o blog que foi estabelecido para divulgar os tais, para que todos aqueles que recebem sejam despertados pelo SENHOR para ler, aprender, orar, transmitir o conhecimento a outros; clamar ao SENHOR para que os mesmos não caiam na pasta que nunca lemos ou na lixeira do esquecimento e do pouco caso. Quero clamar aos irmãos que me ajudem nesse aspecto, não para que meu nome seja conhecido, mas para que a obra do SENHOR seja realizada, para que, como multidão de intercessores, os cálices de intercessão logo cheguem ao transbordamento e nossas orações possam ser respondidas prontamente, para que o Nome do SENHOR e somente o Seu grandioso Nome seja exaltado, glorificado, exalçado e santificado;

- o Corpo do MESSIAS não acredite em tudo o que está na mídia (manipulativa, anti semita, apoiada pelos príncipes do petróleo, ou seja, árabes e ‘uranianos’, em sua grande maioria, o que significa uma mídia totalmente parcial e corrupta), mas veja ou leia as notícias com os olhos na Palavra e os ouvidos no SENHOR para entender os tempos e as estações, para reter o verdadeiro e expurgar o falso: “Não vos fieis em palavras falsas, dizendo: Templo do SENHOR, templo do SENHOR, templo do SENHOR é este” (Jeremias 7.4);

- para que o SENHOR levante jornalistas sérios que priorizem a verdade (ainda que ela não seja rentável num jornal ou noticiário) e os unja com ousadia, discernimento, autoridade para anunciá-la, como tem usado o SENHOR a Gingrich;

- para que caia por terra todo espírito humanista no meio do Corpo do MESSIAS e no meio da mídia, em Nome do SENHOR JESUS – tal espírito impede o Corpo do MASHIACH de ver a verdade, de entender Sua Palavra, Suas profecias que ainda esperam seu perfeito cumprimento e que ELE só retornará quando Israel, corporativamente, disser: ‘Baruch Haba b’SHEM YHVH’ (‘Bendito é Aquele que vem em Nome de YHVH’). Podemos fazê-lo, enquanto intercessores na brecha por Israel, profeticamente, até que eles mesmos possam clamar por Sua vinda (e nós, os nascidos de novo, judeus e gentios convertidos ao MESSIAS de Israel, o Novo Homem, Seu regresso – ‘Boah-na HaADON YEHOSHUA’ / ‘Ora vem SENHOR JESUS’);

- que o SENHOR não permita o avanço de qualquer acordo de paz que não seja o dELE – “SENHOR, livra a minha alma dos lábios mentirosos e da língua enganadora.Que te será dado, ou que te será acrescentado, língua enganadora? Flechas agudas do poderoso, com brasas vivas de zimbro” (Salmo 120.2-4);

- que ELE não mais permita falsa paz (Jeremias 6.14; Ezequiel 13.10);

- que Sua Palavra, a Verdade, prevaleça, para a glória e honra e louvor e adoração do e ao Seu Santo e Bendito Nome!

Orando pelo Irã:

Durante meu período de intercessão na sala de oração da Conferência (segunda-feira passada, de madrugada), o SENHOR me trouxe esse peso de orar pelo Irã, e me guiou nesses versículos abaixo:

A Palavra do SENHOR, que veio a Jeremias, o profeta, contra Elão, no princípio do reinado de Zedequias, rei de Judá, dizendo: Assim diz YHVH Tsevaot: Eis que EU quebrarei o arco de Elãoo principal do seu poder. E trarei sobre Elão os quatro ventos dos quatro cantos dos céus, e os espalharei na direção de todos estes ventos; e não haverá nação aonde não cheguem os fugitivos de Elão. E farei que Elão tema diante de seus inimigos e diante dos que procuram a sua morte; e farei vir sobre eles o mal, o furor da Minha ira, diz o SENHOR; e enviarei após eles a espada, até que venha a consumi-los. E porei o Meu trono em Elão; e destruirei dali o rei e os príncipes, diz o SENHOR. Acontecerá, porém, nos últimos dias, que farei voltar os cativos de Elão, diz o SENHOR” (Jeremias 49.34-39)

Durante a Conferência, ao orarmos pelo Irã, na sexta-feira pela manhã, o SENHOR me falou de um versículo em particular: “E a quarta geração tornará para cá; porque a medida da injustiça dos amorreus não está ainda cheia” (Gênesis 15.16) – ‘falta muito pouco para que a medida da injustiça do Irã esteja cheia; então a ira do SENHOR transbordará em julgamento (não para destruição, mas para conversão).

Enquanto orava, na sala de oração, veio outro versículo sobre a liderança do Irã: “TEQUEL: Pesado foste na balança, e foste achado em falta” (Daniel 5.27). Há, de fato, iniqüidade nos atos de ahmadinejad, ali khamenei e a guarda revolucionária ‘uraniana’. Achados foram em falta na balança da justiça de YAH!

O ponto é que o Irã e ahmadinejad têm agido com absoluta arrogância com Israel e as nações da Terra. E o SENHOR é claro em Sua Palavra:

O temor do SENHOR é odiar o mal; a soberba e a arrogância, o mau caminho e a boca perversa, EU odeio” (Provérbios 8.13)

E arrogância do homem será humilhada, e a sua altivez se abaterá, e só o SENHOR será exaltado naquele dia” (Isaías 2.17)

E visitarei sobre o mundo a maldade, e sobre os ímpios a sua iniqüidade; e farei cessar a arrogância dos atrevidos, e abaterei a soberba dos tiranos” (Isaías 13.11)

Por muitas vezes temos orado e clamado para que seja o tempo do cumprimento de Jeremias 49 (versículos acima) e cada vez mais o SENHOR tem trazido entendimento ao meu coração do que tais versículos significam (durante meu período de intercessão, foi isso que o SENHOR pôs em meu coração para orar):

. EU quebrarei o arco de Elãoo principal do seu poder – tem a ver com o poderio militar e nuclear que ‘Urã’ está perseguindo e tem a ver com o islamismo shiita ‘uraniano’, com o aiatolá e seus mulahs, com esse movimento revolucionário que gerou um monstro teocrata. Que o SENHOR quebre, de fato, todas as expectativas do Irã de possuir armas nucleares e que isso seja o fim dos aiatolás e dos mulahs e o princípio do fim, do desmantelamento do islamismo, de seu enfraquecimento, implosão e morte, em Nome do SENHOR JESUS.

. quatro ventos dos quatro cantos dos céus – tem a ver com Seu julgamento, trazendo as nações contra o Irã. Durante a conferência, foram vários os clamores para que Irã cometa erros políticos e diplomáticos graves, como fechar o estreito de Hormuz (e tem ameaçado fazê-lo), o que trará reações imediatas das nações da Terra, porque por aquele estreito, diariamente, passa mais de 70% do petróleo consumido no mundo. Sim, que o Irã cometa erros diplomáticos graves que levem as nações da Terra a tomar medidas extremas, se necessário for, em Nome do SENHOR JESUS CRISTO, em Seu tempo perfeito.

E, por causa da arrogância dos líderes iranianos, da soberba em seu coração, não é difícil cometer erros políticos crassos, por causa da megalomania. “Por causa do teu furor contra Mim, e porque a tua arrogância subiu até os Meus ouvidos, portanto porei o Meu anzol no teu nariz e o Meu freio nos teus lábios, e te farei voltar pelo caminho por onde vieste” (Isaías 37.29) – que o SENHOR coloque um gancho no nariz dos líderes do Irã e freios em seus lábios (que têm declarado muitos impropérios contra o SENHOR, porquanto tem se levantado contra a ‘menina do Seu olho’, Israel), e o SENHOR os conduza a cometer esses erros diplomáticos que desestabilizarão todos os políticos naquele lugar, até cair um por um, em Nome do SENHOR JESUS.

. e os espalharei na direção de todos estes ventos – clamemos pela salvação de multidões de iranianos para que sejam testemunho vivo de YAH pelas nações para onde forem enviados, por causa do juízo de YAH sobre o Irã. Há muitos no Irã que estão sendo achados pelo SENHOR (HalleluYAH!). Que muitos mais venham a conhecê-lO, recebê-lo e servi-lO como SENHOR e Salvador.

. porei o Meu trono em Elão – na medida em que o SENHOR estiver salvando as pessoas, estará Se assentando no trono do Elão, porque allah está sendo destronado daquele lugar, nas muitas conversões que tem havido e que acontecerão, para a glória e a honra do SENHOR YEHOSHUA HaMASHIACH. HalleluYAH!

. destruirei dali o rei e os príncipes, diz o SENHOR – PAI Amado, Todo Poderoso, DEUS de Israel, assenta-Te no trono do Elão, destronando ali khamenei, ahmadinejad, os mulahs, os líderes da guarda revolucionária iraniana e todos aqueles que são favoráveis ao regime shiita, e reina sobre o Irã, em Nome do SENHOR JESUS CRISTO. TU tens muito povo no meio daquele povo. Engrandece Teu Nome no meio de Teus inimigos, exalta-Te diante deles para que saibam e entendam que só TU és YHVH, SENHOR e não há outro deus além de Ti. Em Nome de YEHOSHUA HaMASHIACH!

Se o SENHOR usar Israel para envergonhar o inimigo, que O SENHOR levante o espírito de David em toda a casa de Israel, diante do gigante filisteu: “Então falou David aos homens que estavam com ele, dizendo: Que farão àquele homem, que ferir a este filisteu, e tirar a afronta de sobre IsraelQuem é, pois, este incircunciso filisteu, para afrontar os exércitos do DEUS Vivo?” (1 Samuel 17.26). Que cada judeu, aqui em Israel, que cada soldado (da menor à maior patente) tenha a consciência palpável que teve David ao desafiar o gigante, de que é parte integrante de um exército maior, o do DEUS Vivo (EL Chai), e de que estápelejando as guerras do DEUS Vivo e que ELE não nos deixará nunca na mão, mas nos guardará, nos protegerá, nos dará vitória, por causa do Seu Nome, para a honra dELE mesmo, por causa dELE mesmo! HalleluYAH!!! Que cada judeu conheça ao DEUS Vivo e nELE confie, para a glória do Seu Eterno e Soberano Nome.

Assentamentos judaicos em Judéia e Samaria

Em nosso primeiro dia de tour de oração, fomos a alguns assentamentos em Samaria, no coração de Binyamin, conhecidos como ‘territórios ocupados’ (e que digo, como o fiz acima – ‘essa expressão deve ser usada para árabes que têm usurpado essa terra que pertence a judeus’).

São homens e mulheres, em sua maioria judeus ortodoxos, que crêem no que está escrito na Bíblia, de que aquelas terras pertencem a Israel. Chegam ao topo de um monte (assentam-se ali porque no topo do monte não se pode plantar, e sim no vale), colocam containers e os mobíliam para ali viverem (três, quatro famílias), esperando que o governo dê autorização e infraestrutura para que se estabeleçam, de fato e desenvolvam aquele lugar. Então, vêm as FDI e, por ordem do governo e desmantelam tais assentamentos ilegais (em terras supostamente a serem entregues aos árabes em algum dia, quando houver um acordo definitivo de paz). São centenas de assentamentos que já sofreram o desmantelamento.

São pioneiros que expõem suas vidas e famílias aos inimigos de dentro (o governo e a população de Israel, muitas vezes) e externos (vários são os atentados dos árabes contra esses judeus, quer em seus carros, em suas casas, nas rodovias, nos campos) – estão expondo sua vida por uma causa – a da Bíblia, da promessa que têm de possuir a terra.

Tenho, por várias ocasiões, colocado os versículos abaixo como referência para lembrar o SENHOR de Sua promessa de ‘limpar a terra dos espíritos demoníacos, à medida que seu povo vai possuindo a terra:

Meu Anjo irá adiante de ti, e te levará aos amorreus, e aos heteus, e aos perizeus, e aos cananeus, heveus e jebuseus; e EU os destruirei. Não te inclinarás diante dos seus deuses, nem os servirás, nem farás conforme às suas obras; antes os destruirás totalmente, e quebrarás de todo as suas estátuas. E servireis ao SENHOR vosso DEUS, e ELE abençoará o vosso pão e a vossa água; e EU tirarei do meio de vós as enfermidades. Não haverá mulher que aborte, nem estéril na tua terra; o número dos teus dias cumprirei. Enviarei o Meu terror adiante de ti, destruindo a todo o povo aonde entrares, e farei que todos os teus inimigos te voltem as costas. Também enviarei vespões adiante de ti, que lancem fora os heveus, os cananeus, e os heteus de diante de ti. Não os lançarei fora de diante de ti num só ano, para que a terra não se torne em deserto, e as feras do campo não se multipliquem contra ti. Pouco a pouco os lançarei de diante de ti, até que sejas multiplicado, e possuas a terra por herança. E porei os teus termos desde o Mar Vermelho até o mar dos filisteus, e desde o deserto até o rioporque darei nas tuas mãos os moradores da terra, para que os lances fora de diante de ti. Não farás aliança alguma com eles, ou com os seus deuses. Na tua terra não habitarão, para que não te façam pecar contra Mim; se servires aos seus deuses, certamente isso será um laço para ti” (Êxodo 23.23-33).

- que o Anjo do SENHOR, YEHOSHUA HaMASHIACH, vá adiante desses colonos, conduzindo-os aos lugares de assentamento, guardando-os em tudo e fazendo-os prosperar em tudo que puserem as mãos;

- que o SENHOR envie Seu terror diante dos colonos que vêm para tomar posse das terras em Judéia e Samaria, para que os inimigos de YAH sejam expulsos e o povo possa habitar em segurança e bem-estar;

- que sejam um povo frutífero e multiplique-se a 100:1, fazendo crescer tais assentamentos transbordando-os para a direita e para a esquerda, sendo território próspero, para o louvor de ELOHEI Israel – YEHOSHUA HaMASHIACH é o Seu Nome. À medida que crescem, sejam expulsos os inimigos de Israel, aqueles que os têm feito pecar por causa de falsos acordos de paz e entrega de terras para consagrações erradas da terra que pertence a YHVH;

- que os inimigos de Israel lhes voltem as costas, em Nome do SENHOR JESUS, fugindo por causa do temor a ELOHEI Israel;

- que as fronteiras de Israel se estendam para os limites desenhados, planejados por YAH e não aqueles que têm sido desenhados pelas nações da Terra, em Nome de YEHOSHUA HaMASHIACH;

- que o SENHOR incline o coração dos juízes da suprema corte e do governo de Israel a permitir tais assentamentos e ajudá-los a crescer e expandir-se. Que cesse esse desejo de paralisar construções e expansões de assentamentos, em Nome do SENHOR JESUS. Que haja liberdade para que os judeus construam EM QUALQUER PARTE DO TERRITÓRIO que o SENHOR deu a Avraham, Itschaq, Yaacov e seus descendentes;

- que o SENHOR traga mais e mais valentes e valorosos crentes nas Suas promessas para habitar nessa terra e ELE vá expulsando os inimigos de diante dos mesmos;

- “Porque EU bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, diz o SENHOR; pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que esperais. Então Me invocareis, e ireis, e orareis a Mim, e EU vos ouvirei. E buscar-Me-eis, e Me achareis, quando Me buscardes com todo o vosso coração. E serei achado de vós, diz o SENHOR, e farei voltar os vossos cativos e congregar-vos-ei de todas as naçõese de todos os lugares para onde vos lancei, diz o SENHOR, e tornarei a trazer-vos ao lugar de onde vos transportei” (Jeremais 29.11-14) – o SENHOR tem pensamentos de paz para com cada judeu. Que cada um, em qualquer parte do mundo, busque a face do SENHOR intensamente, sejam despertos para isso, em Nome do SENHOR JESUS, para que sejam movidos a retornar a Eretz Israel para o encontro marcado por ELE mesmo, há quase 2000 anos. Que o SENHOR sustente em perfeita paz a cada judeu que ELE trouxe, está trazendo e trará, para o louvor e glória e honra de Seu Nome.

Tudo o que fazemos, amados, seja para a glória do Seu Nome. Que o SENHOR seja sempre glorificado em nossas vidas.

Com amor e gratidão no coração por sua parceria em oração,

marciah malkah

Jessica Mendonça (159 Posts)


Copyright © 2010 Igreja Batista Jesus é a Vida.

Produzido por tendaestudio