”Deus” ou “o povo”? 28/06/2011

Entre os debates diários em Israel, um assunto captou a atenção do público, nos últimos dias. Trata-se do texto oficial da prece usada em memoriais do exército em homenagem a soldados mortos em batalhas ou atentados. Deve a reza, a chamada “Yizkor”, começar com as palavras “Que Deus lembre” ou “Que o povo de Israel lembre”?

Um detalhe, certo? Mas não por aqui, onde cada palavra tem mil significados. A disputa é tanta que o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu determinou a criação de uma espécie de CPI para definir o melhor texto.

No coração da disputa, a rivalidade entre judeus seculares e religiosos num país que preza a tradição, mas também a modernidade. Desde que Israel foi criado, em 1948, a versão usada é a secular, que não menciona Deus. Mas agora, o novo chefe das Forças Armadas, Benny Ganz, decidiu mudar o texto para a versão religiosa: “Que Deus lembre”. Provavelmente a pedido da crescente onda de soldados religiosos que têm se alistado.

A mudança não foi bem recebida pela maioria secular israelense, que não gosta da idéia de que as forças armadas de Israel, consideradas como uma instituição “do povo”, se torne o “exército de Deus”.

Em Israel, o alistamento militar aos 18 anos é obrigatório para homens e mulheres judeus. A maioria dos soldados ainda é secular, mas esse balanço pode estar mudando.

Fonte: www.oglobo.com.br – blogs – Daniela Kresch

Análise da Notícia

As mudanças em Israel são importantíssimas no que diz respeito à

volta do nosso Senhor Jesus! Pense nisso.

Que venha o Reino de Cristo Jesus sobre esta nação.

No amor do nosso Eterno Jesus, Pra Régina

Jessica Mendonça (159 Posts)


Copyright © 2010 Igreja Batista Jesus é a Vida.

Produzido por tendaestudio