Disse Jesus: siga-me

“E dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome  cada  dia a sua cruz, e siga-me.“ Lc. 9.23

Na época em que Jesus proferiu estas palavras, cruz era sinônimo de morte. Ela marcava o fim da vida de uma pessoa. Era o conhecido método de execução da pena de morte dos romanos. Quando alguém era condenado à morte, era na cruz que a pena era executada. Os romanos ordenavam que a pessoa tomasse a própria cruz e a carregasse até o local da execução.

Os discípulos que estavam ouvindo estas palavras entenderam claramente que Jesus falava sobre morte. Eles compreenderam que Ele estava dizendo que quem quisesse segui-lo deveria ter disposição de morrer. Quanto a isso certamente não houve dúvida.

I – Se alguém quiser-  Isto fala de uma escolha; Nem seu pastor pode decidir por você, nem seu pai, nem sua esposa, nem mesmo Deus pode decidir isto por você, esta é uma opção exclusivamente sua, e você deve escolher: seguir o mestre ou não, ser seu discípulo ou não!

II – Negue-se a si mesmo- Para ser um genuíno discípulo é preciso haver muita renúncia.  Na prática significa que dia a dia temos que dizer não para nós mesmos. Nossos desejos pessoais que desagradam a Deus deverão ser pregados numa cruz. Nossos impulsos de ira, de vingança, de nervosismo deverão ser pregados na cruz dia a dia.  Os pedidos que nossa natureza nos faz deverão ser crucificados. Vontades muitas vezes que aparentemente não são maléficas, Deus pede que sejam pregadas na cruz. Aqueles momentos em que ficamos chateados porque as coisas não aconteceram como queríamos, devem ser pregados na cruz. O fato é que ao contrário de abrir mão de nossos desejos, nós tentamos nos convencer de que eles não são maus e que eles não nos afastarão de Deus.

III – Tome a sua cruz – O fator intrigante nas palavras de Jesus é que a pessoa que tomava sua cruz no método romano fazia isso somente uma vez. Ela tomava sua cruz, caminhava até o local da crucificação, ali ela era pregada e deixada exposta até a morte. Quando a pessoa demorava a morrer, soldados romanos lhe quebravam as pernas, a fim de que morresse mais rápido. Jesus, porém falou de tomar a cruz dia a dia. Ele não estava falando sobre morrer uma vez só, como acontecia na prática romana.

Aqui ele está falando de morrer mais de uma vez.
Como pode ser isso? Como alguém pode morrer dia a dia? A morte não é de uma vez por todas?   A resposta é que, no método romano a morte era física e Jesus está falando aqui da morte da natureza pecaminosa. Jesus está dizendo que segui-lo significa estar disposto a levar à morte (cruz  a natureza pecaminosa todo dia.

IV – Siga-me – Não adianta você querer, não adianta você renunciar, não adianta você morrer para o seu eu, se você verdadeiramente não o seguir. Seguir ao Senhor é fazer o que Ele quer, quando quiser e da forma que ele quiser.  Quando Jesus disse: Siga-me, Ele quis dizer: Venha atrás de mim, não vá à minha frente. Para que vocês entendam isto, no exército de Israel é proibido aos comandantes dizer: Vão! Como que mandando alguém para a peleja, pois a palavra que se usa é Venham! Pois os discípulos (soldados) sempre “virão” atrás de seu líder (comandante).

Não queira ensinar a Deus o que fazer. Caminhe junto ao Senhor, confie o seu coração nas mãos do Pai.“Estejamos dispostos a abrir mão de nossos desejos pessoais”. O caminho da vida significa a crucificação diária da natureza pecaminosa. Dia a dia tome a sua cruz e siga a Jesus!

Pense: Existem vontades que precisam morrer em sua vida? Você está disposto a abrir mão de algo muito importante por amor a Cristo? Você quer realmente segui-lo?

Um abraço, Pr. Hélcio Martins

kedna (28 Posts)


Copyright © 2010 Igreja Batista Jesus é a Vida.

Produzido por tendaestudio