Filmes sobre vampiros – Cuidado!

Oi gente de Jesus, Graça e Paz!

Só de ver as propagandas na  Tv sobre filmes e séries com o tema “vampiros”, eu já estava agoniada, mas quando presenciei cristãos falando que assistem estes filmes e que  leram os livros, fiquei sem entender este absurdo.

Que eu me lembre, quando eu era criança e adolescente, era senso comum que “vampiros” eram personagens fictícios e que personificavam o mal, inclusive eram presentes apenas em filmes de terror. Agora, parece que o inimigo está enganando muita gente e até cristãos, com esta idéia de romantizar vampiros. Procurei uma opinião recomendável na net sobre o assunto e gostei muito do texto anexado abaixo.  Leia, ore e tire suas conclusões. Cuidado com os seus olhos (“A candeia do corpo são os olhos; de sorte que, se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo terá luz;” Mateus 6.22)  e com sua mente, guarde-os em Cristo Jesus!  “E digo isto, e testifico no Senhor, para que não andeis mais como andam também os outros gentios, na vaidade da sua mente.” Efésios 4.17

Um santo abraço, Pra. Régina de Oliveira

 

“A série vampiresca CREPÚSCULO conquistou o mundo com seus vampiros bonzinhos e castos.
O romance entre uma humana e um vampiro arrancou suspiros e gritos das jovens nos 5 continentes.
E nesse exército de fãs, claro que estão muitos jovens que frequentam igrejas evangélicas.
O Apóstolo Paulo destacou que todas as coisas nos são permitidas, mas nem todas nos convém.
Que edificação pode trazer ao cristão a saga da paixão entre um morto-vivo com idade medida em séculos e uma jovem humana com toda uma vida pela frente? O que ele teria a oferecer a essa jovem ? Uma vida longa, mas não necessariamente próspera ? É algo a se pensar…
Por outro lado, qual a razão do deslumbramento que a figura do vampiro causa nas pessoas (não apenas nos mais jovens) ? Talvez porque ele reflita um desejo inato a todo ser humano: A VIDA ETERNA. Diz a Sagrada Escritura que Deus pôs a eternidade em nossos corações.
Não fomos feitos para morrer, mas para viver para sempre; mas o pecado mudou tudo isso. Porém, o ser humano tudo faz para se perpetuar e prolongar sua existência, das mais diversas maneiras: construindo monumentos que atravessam séculos, realizando feitos heróicos para que as gerações futuras os lembrem, pagando altas somas para que seu corpo fique congelado e depois seja curado e ressuscitado, etc.
Portanto, o vampiro nos atrai tanto porque SOMOS NÓS MESMOS, é uma faceta de nosso ser, a que deseja viver para sempre, mas do seu jeito, nas suas regras, sugando vida de outro para ter vida sempre.
Na contramão disso, vemos a vida eterna oferecida por Deus, através de Cristo. Sem precisar sacrificar ninguém, pois o sacrifício já foi feito. Sem precisar ferir ninguém, pois Cristo já foi ferido. Sem precisar tomar sangue (vida) de outra pessoa, pois uma Pessoa divina derramou seu sangue por nós. Para ter vida eterna, não precisamos tirar vida, apenas receber vida que Cristo oferece a nós, quando diz: “ninguém tira minha vida, eu de mim mesmo A DOU, tenho poder para DÁ-LA, e poder para TOMÁ-LA DE VOLTA”.
Concordo quanto ao fato das histórias de vampiros serem lendas, mitos, entretenimento, bobagem, mentira.
Porém merece destaque o fato inegável de que essa bobagem/entretenimento/mentira atrai fortemente as pessoas, mais do que muitas outras bobagens, entretenimentos e mentiras. Isso mostra que não se trata de um entretenimento puro e simples, um mecanismo para relaxar. Isso é o que SE QUER QUE AS PESSOAS PENSEM.
Na verdade, o culto ao vampirismo tem um objetivo muito maior: inculcar valores e idéias que vão de encontro aos ideais e princípios bíblicos.
O vampiro, mesmo sendo uma lenda, é sempre apresentado com um ser das trevas. Que comunhão tem as trevas com a luz ? Nenhuma, é claro. Que lugar tem um Salvador na história de um vampiro ? O que um vampiro tem a ensinar a um cristão?
O cristão que gasta seu tempo com esse tipo de lazer/entretenimento, na verdade está incorrendo num caminho perigoso, que poderá levá-lo, mais tarde, a renegar a própria fé. Tal cristão está contrariando à recomendação bíblica:
Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso que ocupe o vosso pensamento. Filipenses 4:8.
Não esqueçamos que uma das maiores estratégias do Maligno para os dias de hoje é o célebre refrão “não tem nada a ver”.

fonte: palavravivaefiel.blogspot.com.br


Pra. Régina (205 Posts)

Sou pastora da Igreja Batista Jesus é a Vida desde 2007. Sou casada com o pastor Inerves Filho e temos duas lindas crianças, Ana Regina e Cristiano, de 11 e 5 anos. Vivo para servir a Deus, buscando cumprir cabalmente a missão que Ele nos deu.


Copyright © 2010 Igreja Batista Jesus é a Vida.

Produzido por tendaestudio